A criatura prateada

A criatura prateada é um relato de algo que aconteceu a mais de 40 anos em um povoado da cidade de São Cristóvão e conta uma história muito curiosa sobre uma criatura prateada. Florisvaldo (nome fictício), morador desse povoado, hoje com seus mais de 70 anos, conta que na sua juventude, assim como muitos jovens da época, começou a trabalhar cedo. Terceiro dos sete filhos, desde criança já ajudava sua família na roça. Por volta de seus 20 anos de idade, com pouca saudade desse tempo, ele lembra seu primeiro emprego em uma das fazendas da região.

A Criatura Prateada
A Criatura Prateada (Ilustração por Sergipe Obscuro)

Sua função era ajudar o capataz. É assim que ele descreve.

Sempre que ia trabalhar ele levantava bem cedo enquanto o dia ainda estava escuro, caminhava cerca de 3 ou 4 léguas, medida que ele usava à época, por uma estradinha de terra cercada de muito mato e árvores, até chegar na fazenda. Passava o dia no trabalho e voltava bem depois do cair do dia. Chegava cansado em casa, mais ainda sim ajudava nas últimas tarefas do pequeno sítio onde morava.

 

Ele lembra de várias ocasiões em que viu algo no mínimo curioso no caminho para o trabalho. Sempre em um mesmo trecho, ele via um ser parado que ele conta ter a aparência de um cachorro, mas que tinha uma cor prateada e brilhava muito. Ele o viu por muitas vezes, mas conta que nunca teve medo.

 

Depois ele soube que não era o único a avistar a criatura prateada. Outras pessoas também a viram e essa história acabou se espalhando pela região. Muitos, com medo, começaram a evitar o lugar que passou a se chamar “estrada assombrada”. Hoje essa estrada não existe mais, a criatura prateada nunca mais foi vista e essa história raramente é lembrada.

*Modificamos os nomes dos envolvidos por questão de privacidade e preservar as informações relacionadas a fonte do relato.

Leave a Reply