Exu elegbara

March 26, 2020

Vocês já ouviram falar sobre o Exu elegbara? Exu é um orixá na religião iorubá do povo iorubá (originário de Yorubaland, uma área na Nigéria atual e nos arredores).

Exu elegbara
Exu elegbara (Foto: USP)

À medida que a religião se espalhou pelo mundo, o nome deste orixá variou em diferentes locais, mas as crenças permanecem semelhantes.

Nome e função

Exu serve parcialmente como um nome alternativo para Eleggua, o mensageiro de todos os orixás, e que existem 256 caminhos para Eleggua – cada um dos quais é um Exu.

Acredita-se que Exu seja um orixá semelhante a Eleggua, mas existem apenas 101 caminhos para Exu de acordo com o ocha, em vez dos 256 caminhos para Eleggua de acordo com Ifá.

Exu é conhecido como o “Pai que deu à luz Ogboni”, e também é pensado para ser ágil e sempre disposto a enfrentar um desafio.

Ocha e Ifá compartilham alguns caminhos, no entanto. Diz-se que Exu Ayé trabalha em estreita colaboração com Orisha Olokun e pensa-se que anda na praia.

Exu Bi é um avatar severo e forte, aparecendo como um homem velho e jovem, que andou com Shangó e Oyá (os dois primeiros Ibeyi), e Exu Bi protege os dois, assim como todas as outras crianças pequenas.

Exu Laroye é um avatar que se acredita ser o companheiro de Oshún e um dos Exus mais importantes, e o avatar de Eshu Laroye é falador e pequeno.

Outros nomes

O nome de Exu varia em todo o mundo: em Yorùbáland, Eshu é Eleg-Elegba ou Laolu-Ogiri Oko; Exu de Candomblé em Candomblé; Echú na Santería e na América Latina; Legba em Vodou haitiano; Leba em Winti; Exu de Quimbanda em Quimbanda; Lubaniba em Palo Mayombe; e Exu na América Latina.

Exu elegbara no Brasil

Exu é conhecido por várias formas e nomes nas religiões afro-brasileiras.O Portal Sergipe Obscuro tenta te mostra um pouco mais.

Eles incluem Akessan; Alafiá; Alaketo; Bará ou Ibará; Elegbá, ou Elegbará, Inan; Lalu, ou Jelu; Laroiê; Lon Bií; Lonã; Odara; Olodé; Tamentau, ou Etamitá; Tiriri; e Vira, uma manifestação feminina de Exu.

As formas ou nomes de louvor mais comuns de Exu são Exu-Agbo, protetor e guardião de casas e terreiros; Exu-Elepô, o deus do óleo de palma; Exu lnã, o deus do fogo; Exu Ojixé, um deus mensageiro.

Exu elegbara no Candomblé

Um santuário dedicado a Exu está localizado fora do terreiro principal de um templo de candomblé, geralmente perto do portão de entrada.

É, em geral, feito de argila áspera ou um simples monte de argila vermelha. Eles são semelhantes aos encontrados na Nigéria.

Os alimentos rituais oferecidos a Exu incluem óleo de palma; feijões; milho, na forma de fubá ou pipoca; farofa, farinha de mandioca.

Pássaros machos de quatro patas e outros animais são oferecidos como sacrifício a Exu. Em cada oferta feita a um orixá, uma parte da comida é separada e dedicada ao Exu.

Exu elegbara na Umbanda

Na religião sincrética da umbanda, Exu elegbara pode ter um significado diferente. Geralmente na Umbanda Exu não é considerada uma Deidade única, mas muitos espíritos diferentes podem ser de Exu.

Alguns dos mais populares tipos venerados de Exu são Exu Caveira (“Skull Exu”, representado como um esqueleto), Exu Tranca-Rua (“Street Locker”, abertura e aproximação de caminhos espirituais) e Exu Mirim (“Little Exu”, espírito que se assemelha à personalidade de uma criança ou adolescente).

Na Umbanda, uma Pombagira (consorte feminina de Exu) também pode ser considerada uma espécie de Exu, comumente venerada na prática da magia do amor brasileiro.

Exu elegbara

Existem vários tipos de Exú e cada um possui uma singularidade, esperamos ter ajudado um pouco mais sobre esse assunto. O Portal Sergipe Obscuro espera ter ajudado, para maiores informações acesse nossos guias.