Category: Relatos Obscuros

Orbs de Luz é um relato que ocorre na década de 80, em um colégio público de ensino fundamental, um prédio com dois pavimentos localizado em uma movimentada avenida do centro de Aracaju, as aulas transcorriam tranquilamente. Era uma tarde fria de inverno. Todos os alunos já estavam ansiosos pela chegada das férias de meio de ano. A aula já estava perto de terminar. O fim da tarde já se aproximava e a noite já despontava no horizonte.
(more…)

A criatura prateada é um relato de algo que aconteceu a mais de 40 anos em um povoado da cidade de São Cristóvão e conta uma história muito curiosa sobre uma criatura prateada. Florisvaldo (nome fictício), morador desse povoado, hoje com seus mais de 70 anos, conta que na sua juventude, assim como muitos jovens da época, começou a trabalhar cedo. Terceiro dos sete filhos, desde criança já ajudava sua família na roça. Por volta de seus 20 anos de idade, com pouca saudade desse tempo, ele lembra seu primeiro emprego em uma das fazendas da região. (more…)

Este fato é sobre O Casarão Assombrado e ocorreu na década de 90 em um famoso casarão localizado em uma avenida da capital sergipana que beira o rio Sergipe. De uma família muito influente aqui no estado, trata-se de um casarão construído na segunda década do século passado. Cheio de mistérios, despertava curiosidade de quem passava pela sua frente. De quem é? Ainda há gente morando aí? Muito sinistro! Assustador! Sua fachada era velha e cheia de mato que brotava até da parede.

(more…)

Gritos na Noite se trata de um fato que aconteceu no final dos anos 60 em um antigo povoado localizado no interior do estado de Sergipe. Era uma noite fria de São João e, por tradição, vários moradores reuniam-se em uma casa para festejar, acendiam uma fogueira em frente à casa, os mais velhos contavam histórias para as crianças e os jovens dançavam, batiam papo ou namoravam.

 

(more…)

Minha avó quem me disse traz um relato onde há quase trinta anos atrás, eu ainda um pré-adolescente morando em uma cidade da Grande Aracaju, costumava viajar com a família para alguns interiores de Sergipe. Numa dessas viagens conheci uma história que me aterrorizou durante muito tempo, tudo por causa de um pássaro que costumava passar sobrevoando os telhados de algumas casas fazendo um barulho estranho que as vezes se assemelhava a um grito prolongado de alguém, ou algo arranhando ou rasgando.

(more…)